Lembranças

 

 

Como disse Selma Barcellos,

“Com uma lua dessas ele se vai…

Mas a manhã será luminosa.”

E depois do triste adeus

ficarão para sempre as lembranças…

 

 

“Lembranças” (Benil Santos / Raul Sampaio), com Miltinho e João Bosco

 

 

 

 

Um comentário

  1. André
    09/09/14 at 19:50

    É isso mesmo, Gama. As lembranças do grande Miltinho são eternas. Não estou acreditando até agora que ele partiu – e ainda assim, só fisicamente, porque sua obra e seu legado são imortais.
    Como diz o Maestro Soberano na sua Querida: “Longa é a Arte, tão breve a vida”.

    Abraçaço.

Deixe um comentário

Yay! You have decided to leave a comment. That is fantastic! Please keep in mind that comments are moderated. Thanks for dropping by!